Logo do Centro Cultural Bom Jardim

O Núcleo de Articulação Técnica Especializada (NArTE) é o setor de atenção social do CCBJ e tem como foco desenvolver, por meio da arte educação e da cultura, o combate às violações de direitos e o fortalecimento dos Direitos Humanos no território do Grande Bom Jardim.

Surgiu em 2017 da necessidade em responder o questionamento: como a arte e a cultura podem ser instrumentos de transformação social em um cenário de extrema vulnerabilidade. Tem por sua vocação cultural a responsabilidade em dar fluxos aos casos de violações de direitos, bem como realizar ações de prevenção das violações e promoção de uma cultura de paz, tudo isto a partir da arte-educação. A arte-educação realizada pelo NArTE, apoia-se na perspectiva metodológica da Educação Social, de Paulo Freire. Tem como objetivo geral utilizar a cultura como ferramenta para a promoção de Direitos Humanos, vinculadas a conceitos como: dialogicidade, vínculo e horizontalidade, partindo do CCBJ como epicentro da incidência sócio-pedagógica.

Eixos de atuação

Objetivos

O CCBJ tem como princípio, para todas as suas ações, a cultura e a arte como dimensões fundamentais do desenvolvimento humano. Mais que isso, entende cultura como ação capaz de transformar um território. Assim, ser um centro cultural de base comunitária implica que lidamos também com as dinâmicas sociais do espaço onde estamos. É nesse ínterim que o NArTE atua, executando prevenção às violações de direitos e encaminhando os casos de violação que encontra para a Rede de Garantia – seja com alunos, famílias ou apoiando organizações parceiras.

 

 

Metodologia de Atendimento

Além de atividades de arte educação e campanhas de prevenção às violações dos Direitos Humanos, mapeamos, a partir de professoras e educadoras sociais, situações de violação, como violência sexual, violência doméstica, trabalho infantil e outras mais. Após a identificação da situação de Violação de Direitos as Educadoras e Assistentes Técnicas do NArTE – pautadas profundamente em uma metodologia paulofreiriana (dialógica e horizontal) – buscam construir com o educando um acolhimento e dar fluxo a situação de violação, para que possa ser devidamente atendida pela Rede de Garantia de Direitos.

 

 

Fluxo de atendimento

O CCBJ possui uma forte articulação com diversos atores do Sistema de Garantia de Direitos (SGD), como CRAS, CREAS, Conselho Tutelar, Casa da Mulher Brasileira, bem como diversas organizações da sociedade civil que atuam no atendimento e garantia dos Direitos Humanos. A partir do momento que identificamos uma situação de violação, entramos em contato com organizações da rede que lidam com a temática em destaque, para assim dar fluxo ao atendimento. Quer dizer: o CCBJ não atende diretamente casos de violação, com foco nos estudantes da Escola de Cultura e Arte, bem como nos diversos usuários do equipamento, o NArTE atua para dar fluxo aos casos em parceria com as organizações que compõem o SGD.

 

 

Ações estratégicas

Princípios Norteadores